terça-feira, 12 de abril de 2016

MASSOTERAPIA.


É um recurso terapêutico que emprega as técnicas de manipulação corporal na recuperação de seqüelas e reabilitação de indivíduos, além de promover a saúde. A atuação da Massagem se dá no campo da Estética, do Desporto, da Prevenção e da Terapêutica, nas modalidades: Ocidental (MASSAGEM SUECA, MASSAGEM CALIFORNIANA, MASSAGEM BIOENERGÉTICA, REFLEXOLOGIA, POLARIDADE, DRENAGEM LINFÁTICA,) e Oriental: Japonesa (SHIATSU, ANMA, SEITAI, KWATSU), Chinesa (TUINÁ e ANMO), Indiana (AYURVÊDICA, ABHYANGA e SHANTALA) e Tailandesa (THAI-MASSAGE).

A profissão de Massagista ou Massoterapeuta foi regulamentada pela Lei Federal 3.968 publicado no Diário Oficial da União em 06 de outubro de 1961. A Massagem é uma forma de cuidar da saúde com o apoio do toque físico, tão importante quanto raro, em nosso convívio urbano contemporâneo. Está baseada também nos princípios da filosofia oriental que vê o ser humano como parte do meio que o cerca. Cada vez mais pessoas vem se familiarizando com os efeitos da Massagem, que ganhou os espaços mais inusitados, como shoppings, restaurantes, praias, salões de beleza e até grandes empresas. Quem nunca experimentou quer fazer, e quem provou não abre mão. Estima-se que 5 milhões de pessoas recebam Massagem no Brasil anualmente.

Há 20 anos, eram apenas 50 mil, segundo o Sindicato Nacional dos Massoterapeutas (SP), naquela época existiam no país 5 mil Massoterapeutas; atualmente, são 50 mil. 
Na cidade de Salvador, em 1997, o Professor Cesar Gilaberte implantou o 1º Curso de Extensão Universitária “Formação em Massoterapia” na Universidade Federal da Bahia e a seguir na Universidade Católica de Salvador, Universidade Holística Internacional, Universidade do Estado da Bahia e recentemente na Universidade Federal de Sergipe. Estima-se que haja cerca de 500 profissionais de massoterapia atuantes na cidade de Salvador, porém uma parcela destes ainda se mantém na clandestinidade.

Nós queremos deixar bem claro que não somos contra nenhuma forma de ensino que vise a formação ou a especialização profissional na área da Saúde. O que nos preocupa é que existe uma gama de pessoas que vêem nesta forma de ensino (livre), a chance de ganhar dinheiro fácil, sem se preocuparem em passar para os seus alunos um mínimo de conhecimento consistente, e sem didática alguma e também informá-los que o curso que estão ministrando servem unicamente para o enriquecimento de conhecimentos, mas que não autorizam aos mesmos (alunos) condições de trabalhar legalmente de acordo com legislação educacional coordenada e fiscalizada pelo Conselho Nacional da Educação CNE, que exige uma carga horária mínima para que o formando (Profissional) possa trabalhar profissionalmente e tenha cursado em escolas autorizadas pelas Secretarias Estaduais de Educação.

Até pouco tempo, em nosso País, existia uma grande distância entre o Massoterapeuta e os conceitos éticos e técnicos, mas hoje o quadro já é outro, percebemos uma ampla abertura para profissionais que queiram se especializar e obter autonomia com base em conhecimentos científicos e formação em escolas regulamentadas, e graças a isto, a Propedêutica (critérios de segurança) em Massoterapia, tornou-se um "protocolo" indispensável para benefício do cliente e principalmente do terapeuta. Cabe lembrar que, nos âmbitos legais, esta autonomia não substitui a avaliação de um médico, no entanto dá ao massoterapeuta embasamento técnico para executar um procedimento seguro.

Através das técnicas de massoterapia, pode-se promover uma valiosa ajuda visando complementar os tratamentos tradicionais direcionados a diversos tipos de lombalgias, cervicalgias, dorsalgias, prisão de ventre, edemas, ativar circulação periférica, TPM, prevenção de úlceras de decúbito, entre outros. De forma geral a Massoterapia destina-se a melhorar os sistemas circulatório, muscular e nervoso, e no plano psicológico e emocional, os efeitos calmantes e tranquilizantes da massagem ajudam pessoas que sofrem de ansiedade ou depressão.

A Massoterapia é uma forma especializada de contato físico, feito com as mãos do terapeuta em contato direto com a pele do cliente. Cada vez mais reconhecida como uma valiosa prática de cuidado com a saúde.

Fonte: