quarta-feira, 13 de abril de 2016

COMO CUIDAR DE ORQUÍDEAS


Como cuidar de orquídeas


Regar as orquídeas


Fabio Moraes explica que em seu habitat natural, as orquídeas não absorvem toda a água diretamente da chuva. Muitas vezes, as raízes ficam presas às árvores a mais de 10 metros de altura, absorvendo a água que escorre pelo tronco.


Segundo a Associação Orquidófila de São Paulo, a melhor forma de regar é imergir o vasinho da orquídea num outro recipiente maior e com água, deixar por alguns minutos e retirar. Tenha cuidado para não molhar as folhas e flores. O melhor horário para fazer a rega é no comecinho da manhã ou no final da tarde.


Já a frequência varia de acordo com o clima e o substrato, por exemplo: 1 x por semana em fibra de coco em pó ou até diariamente em casca ou tronco de madeira. O ideal é ler com atenção a informação que costuma vir nos vasos indicando o tipo de substrato. De modo geral, basta regar de 2 a 3 x por semana. Para saber se já é hora de regar, é só colocar o dedo no substrato, se ele estiver mais para seco do que para úmido, regue.

Luminosidade

O agrônomo Fabio Moraes esclarece que as orquídeas não gostam de luz direta, são plantas que naturalmente nas florestas ocupam o extrato mais baixo, sobrevivendo com pouca luminosidade. Entretanto a luz é essencial e saber manejá-la é um fator limitante para o sucesso no cultivo.


Mantenha, sempre que possível, as orquídeas sob uma tela sombrite (de 50 a 70%). Fique atento aos sinais que a planta dá sobre as suas necessidades de luz: folhas num tom de verde garrafa indicam que a orquídea precisa de mais luz, já folhas amareladas indicam que há excesso de luz.


Se não há a possibilidade de deixar as plantas sob este tipo de tela, escolha locais que tenham uma boa luminosidade indireta. Se quiser deixar a orquídea “tomando um solzinho”, faça isto nas primeiras horinhas da manhã apenas.
Vaso ideal


Prefira os vasos de barro aos de plástico ou vidro, eles permitem uma melhor drenagem, entre outras vantagens .

Como adubar a orquídea?


Fabio Moraes alerta que as orquídeas não absorvem todos os nutrientes pelas folhas. As raízes conseguem absorver nutrientes pelo acúmulo de matéria orgânica na sua região, quando fixadas em árvores no seu ambiente natural. Essa matéria orgânica é formada por cascas, folhas e frutos em decomposição.


Então adube sem exageros e de forma orgânica! Se ela estiver em xaxim ou fibra de coco já contará com diferentes nutrientes. Material de compostagem, casca de ovo triturada, borra de café são boas opções, no entanto, o preferido de muitos amantes de orquídeas é o “Bokashi“, facilmente encontrado em lojas especializadas. Mas atenção: a adubação deve ser feita no máximo a cada 3 meses ou mais.

Foto: comocuidardeorquideas.com




Consultoria: Fabio Morais, engenheiro agrônomo da Universidade Orgânica e extensionista rural do INCAPER. Para falar com Fabio e saber mais sobre como plantar hortas orgânicas e outras plantas, clique aqui.

Fonte:

https://lar-natural.com.br/como-cuidar-de-orquideas/