sexta-feira, 2 de setembro de 2016

MASTRUZ, INDICAÇÕES E TRATAMENTOS.





Informações sobre benefícios e tratamentos na medicina natural com o mastruz (Chenopodium Ambrosioides L.), também popularmente conhecida como Erva de Santa Maria. O mastruz cresce espontaneamente em terrenos arredores de habitações, possui folhas verde escura, alongadas e de diferentes tamanhos, suas flores são pequenas e de cor esbranquiçada, tem cheiro forte e desagradável e atinge até 70 cm de comprimento. Pode ser comprado em alguns mercados e lojas de produtos naturais e tem o nome cientifico Chenopodium Ambrosioides.

DADOS DO VEGETAL:

Nome Popular: Mastruz (Erva de Santa Maria);
Nome Científico: Chenopodium ambrosioides L.;
Outros nomes: Ambrósia, quenopódio, erva-pomba-rola, erva-formigueira, chá-do-méxico, mastruço, erva-mata-pulga e uzaidela;


INDICAÇÕES E TRATAMENTOS: 
 
Em especial é usado no combate a vermes intestinais. O mastruz serve para o tratamento de rouquidão, circulação, pé de atleta, fraturas, gripes, varizes, hemorroidas, tuberculose, angina, asma, parasitas intestinais, repelente de insetos, bronquite, cãibras, resfriados, contusões. 
 
Possui propriedade anti-inflamatória, expectorante, vermífuga, cicatrizante, aromática, sedativa, abortiva, digestiva, antifúngica, antimicrobiana e antiviral.
O mastruz também possui propriedades que atuam na constipação intestinal, em coceiras e recuperação da pele ferida por ser emoliente.


MODO DE PREPARO:

Infusão: 1 xícara de cafezinho da planta fresca com sementes em 1/2 litro de água. Tomar 1 xícara de chá de seis em seis horas (vermífugo, estomáquico). 
 
Sumo: 2 a 4 colheres de sopa do sumo das folhas para 1 xícara de chá de leite, uma vez ao dia – as crianças maiores de 2 anos devem tomar a metade da dose (peitoral). 
 
Suco: 1 copo da planta picada com sementes para 2 copos de leite - bater no liquidificador e tomar um copo em jejum uma vez ao dia por três dias seguidos (poderoso vermífugo). 
 
Cataplasma: Juntar 1 xícara de cafezinho de vinagre e 1 colher de sopa de sal, amassar a planta na mistura até obter uma papa. Colocar sobre o local afetado e enfaixar (contusões). 
 
Geléia: pegar 4 bananas-nanicas maduras com casca, picar 1 copo de folhas de erva-de-santa-maria com sementes, meio copo de hortelã e 1 copo e meio de mel. Triturar bem as plantas em um pilão, juntar a banana e o mel e amassar bem. Levar ao fogo até dar o ponto de geléia, o que ocorre em poucos minutos. Dar 1 colher de chá duas vezes por dia ou passar na bolacha, pão, etc. (vermífugo). 
 
 

VITAMINAS PRESENTES:

O mastruz carrega consigo várias vitaminas, como A e C e principalmente do complexo B. Além disso, possui cálcio, ferro, fósforo, zinco e potássio. Consequentemente suas propriedades são vastas, ela é um ótimo cicatrizante de machucados, isso porque, suas folhas carregam uma grande quantidade de óleos essenciais. A planta também é antibacteriana e antiviral.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

Contra indicações: O mastruz é conta indicado no caso de gravidez e em crianças com menos de 2 anos. O mastruz é uma erva medicinal tóxica e a orientação médica é necessária para definir a dose recomendada. 
 
Efeitos colaterais: Os efeitos colaterais do mastruz incluem irritação na pele e mucosas, dor de cabeça, vômito, aborto, danos no fígado, náuseas e transtornos visuais caso seja usado em doses elevadas.

Fonte: http://medicinadasplantas.blogspot.com.br/2014/06/mastruz-indicacoes-e-tratamentos-com.html