segunda-feira, 3 de abril de 2017

COMO PLANTAR VIOLETA AFRICANA "Saintpaulia Ionantha"

 

As violetas-africanas são pequenas plantas das florestas tropicais da Tanzânia, e que também podem ser encontradas no Quênia. Sua origem africana e a aparência de suas flores levou estas plantas a serem conhecidas popularmente como violetas-africanas, embora não pertençam ao gênero Viola das verdadeiras violetas.

Plantas de porte pequeno, crescem até cerca de 15 cm de altura, podendo ocupar um diâmetro horizontal que varia de alguns centímetros a mais de 40 cm. As folhas podem variar ligeiramente de formato, mas sempre têm um longo pecíolo, são grossas, suculentas e são cobertas de uma fina penugem (tricomas) que lhe conferem uma aparência aveludada. As flores podem ser simples ou dobradas, com bordas lisas ou crespas, em tons de azul, rosa, violeta, roxo, vermelho e branco.

Muito cultivadas em vasos e jardineiras no peitoril de janelas e em ambientes bem iluminados do interior de residências, as violetas-africanas também podem ser cultivadas em locais sombreados de jardins.
 
Nome científico:Violetas-africanas são plantas do gênero Saintpaulia. A mais cultivada é a espécie Saintpaulia ionantha e híbridos.
 
Origem:

África (Tanzânia e Quênia).
 
 
Clima

Crescem bem em temperatura acima de 18°C. O ideal são dias quentes (temperatura acima de 21°C e abaixo de 32°C) e noites mais amenas, mas com temperatura acima de 18°C.
 
Iluminação:

Luz indireta. Luz solar direta pode amarelar e queimar as folhas, podendo chegar a matar a planta. Por outro lado, folhas muito escuras, muito finas e com pecíolos muito longos, são sinais de iluminação fraca e inadequada. As plantas geralmente não florescem se não houver luz suficiente.
 
 
 
Irrigação:

As violetas-africanas são sensíveis tanto ao excesso quanto a falta de água. Irrigue de forma a manter o solo úmido, mas sem que permaneça encharcado. Algumas pessoas recomendam irrigar os vasos apenas por baixo, colocando-os em um recipiente baixo contendo água, por alguns minutos, até que a superfície do solo fique úmida. Contudo, não há problemas em irrigar normalmente, desde que não se molhe as folhas com água fria. Normalmente não há problema em molhar as folhas com água a temperatura ambiente, desde que a água esteja com uma temperatura acima de 20°C.

Embora estas plantas tolerem um ar mais seco, elas crescem melhor em ambientes com alta umidade relativa do ar.
 
 
 
Solo:

O solo deve ser bem drenado, leve, fértil e muito rico em matéria orgânica. O pH ideal do solo varia de 6 a 6.5.
Época de floração:

Em condições adequadas, pode florir durante qualquer época do ano. Plantas propagadas a partir de folhas começam a florescer em 6 a 9 meses após o plantio.
Ciclo de cultivo

Violetas-africanas são plantas perenes.
 
 
 
Propagação:

A propagação pode ser feita através de sementes ou da divisão de plantas velhas, mas o método mais simples é usar as folhas bem desenvolvidas. Destaque ou corte as folhas mantendo o pecíolo (os talos das folhas). Este deve então ser enterrado em areia, vermiculita ou outro substrato, mas deixando o limbo da folha para fora. Mantenha o substrato sempre úmido. As raízes se formam em cerca de 2 a 4 semanas e folhas começam a surgir em 4 a 8 semanas. O transplante pode ser feito quando as mudas tiverem de 4 a 6 folhas.
 
 


Espaçamento recomendado entre plantas, tamanho de vasos e outros cuidados

O espaçamento entre plantas ou o tamanho do vaso depende do tamanho da cultivar. O espaçamento entre plantas deve levar em conta o tamanho horizontal da planta, de forma que as folhas de duas plantas não se sobreponham. Da mesma forma, o diâmetro dos vasos para plantas individuais deve igualar o diâmetro da planta. Também é possível ir trocando os vasos a medida que a planta vai crescendo, sempre utilizando um vaso com diâmetro igual ou superior ao diâmetro da planta que está sendo transplantada. Variedades cultivadas micro atingem até 8 cm de diâmetro. Variedades miniatura atingem de 8 a 15 cm de diâmetro. Uma variedade comum ou padrão pode atingir de 20 a 40 cm de diâmetro. Já as variedades grandes crescem acima de 40 cm de diâmetro.

Quando uma planta fica alta, apresentando um pedaço de caule sem folhas, pode ser replantada de maneira que a parte sem folhas fique enterrada no solo.
 
 
 
Fonte: https://jardim.info/violeta-africana